segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Eléctrico 28



9 comentários:

  1. Obrigado, Daniel, por todos os comentários.

    ResponderEliminar
  2. Artur,
    sempre a surpreender.
    espantosa, a fotografia.
    incrível o contraste de emoções das pessoas que estão nas janelas. Janelas diferentes, vidas diferentes, mundos diferentes.
    ADOREI.

    ResponderEliminar
  3. Rui, é difícil responder a este comentário. Muito,muito obrigado.

    ResponderEliminar
  4. Engraçado... conseguiste apanhar o momento exacto que espelha o dia-a-dia nos transportes públicos em Lisboa... todos os dias nos cruzamos com pessoas tristes, com pressa, apáticas ou então, com "aquele" sorriso que nos faz ganhar o dia... gosto! muito! :) e ainda hoje, quando o eléctrico 28 passou por mim no chiado, me lembrei da tua fotografia e não pude deixar de sorrir! Lisboa é ainda mais bonita (e sempre real!) através da tua lente! Parabéns! :)

    ResponderEliminar
  5. Ni , as mesmas palavras que para o Rui.
    Muito,muito obrigado também.
    Artur Lourenço

    ResponderEliminar
  6. Também concordo, esta fotografia é espantosa!
    Expressões bem marcadas nos rostos. Toda a energia da juventude que sabe aproveitar cada momento e o olhar fixo no nada de alguém que parece já não ter muito a esperar da vida.
    Incomoda-me a expressão apática...

    Um dia ainda hei-de andar no 28 de Lisboa :)
    bjo

    ResponderEliminar
  7. Mz, vais ver que vais adorar. É uma viagem lindíssima. Voltarei ao 28.
    obrigado.
    BJ

    ResponderEliminar